Páginas de resenhas por letras adicionadas.

Em vez de criar um post gigantesco como o que estava aqui a pouco tempo, resolvi criar uma página para cada mini-resenha por letra dos jogos de Snes (as que mostram as primeiras impressões, download do jogo, dicas, gameplay…)

Confira elas clicando AQUI, ou no menu acima em Resenhas.

Só pra avisar, já foi lançado as resenhas do jogos de Snes de letra A. Confira clicando aqui.

Os posts com resenhas completas continuarão sendo postados da maneira convencional.

*Edit.:

Todos os downloads das roms de letra A acabaram de serem inclusos. Trabalhei feito um condenado pra terminar isso hoje, um dos servidores onde os arquivos estão hospedados resolveu ficar deletando randomicamente algumas das roms. Mas qualquer coisa tem sempre uma segunda opção de download para cada rom.

RC: 3 Ninjas Kick Back

3 Ninjas Kick Back

Publicado por: Sony Imagesoft Desenvolvedor: Malibu Interactive  Gênero: Ação/Aventura Ano: 1994

Baseado no filme de mesmo nome que passa todo ano na Sessão da Tarde, 3 Ninjas Kick Back conta a história de ninjas (duh) adolescentes e americanos, que treinam artes marciais com Mori Shintaro, mestre deles que obviamente tinha muito tempo livre pra treinar os três irmãos mongolóides. A história do jogo se baseia num punhal e uma espada, conseguido pelo mestre 50 anos atrás, que, pela lenda, funciona como uma espécie de chave parar abrir a porta para uma caverna de ouro, carregada de…ouro. Mas o cara com quem ele competiu pelo punhal, o Koga, era cheio de viadagens e tal, e não aceitou ter tomado bem no meio do seu orifício anal pelas técnicas milenares do seu rival, e tentou roubar o artefato, mas não conseguiu. Agora, depois de 50 anos, ele precisa levar o artefato até o local do torneio ninja, para presentear o vencedor da mesma maneira que foi presenteado. Mas o Koga já contratou capangas para roubarem o artefato, então o velho precisa de ajuda. E para isso vai abusar dos pivetes ninjas.

Bem clichê a história, no melhor estilo tapa-buraco.. Mas vamos avaliar o jogo em si.

Pra começar, os gráficos:  Não são a coisa mais maravilhosa do mundo, e são bem escuros, mas não são ruins, e não atrapalham em nada no jogo. As vezes dá uns glitches undergrounds, mas nada que atrapalhe muito.

Passando pra jogabilidade, ela tem seus pontos altos e baixos. Super pulos compensam os botões duros, mas com o tempo dá pra se acostumar com os controles. Faltou também a possibilidade de fazer combos, pelo menos no começo do jogo isso não é possível, não joguei até o final porque o jogo é MUITO difícil e desanimador pra quem não tem paciência. Se você já se acostumou com o ritmo de jogos mais hardcores, como Megaman X, não vai sentir muita dificuldade pra entender o básico. Mas se você é do tipo que desiste antes mesmo de passar do primeiro nível, vai se frustar bastante e vai largar o jogo em 20 minutos ou menos.

Você pode escolher entre os três irmãos com nomes ridículos(Rocky, Colt e Tum-Tum), que se diferem essencialmente apenas na altura e no alcance da arma(bastão, espada, e a outra que eu não consegui diferenciar). Não vi muita diferença neles, mas achei o Rocky melhor apenas pelo alcance do bastão, mas ai vai do gosto de cada um.

Ainda a uma opção de 2 jogadores, não pude testar por conta de um bug do emulador, mas me parece ser do mesmo estilo Mario Bros, onde cada jogador joga separado. Vou tentar ajeitar o erro aqui para depois atualizar com uma confirmação disso.

Resumindo: Jogo extremamente recomendado para jogadores pacientes e que estão a procura de desafio, se você é um jogador casual passe longe desse game.

RC: 2020 Super Baseball

Eu disse que ia trazer as resenhas depois das férias, mas já vou adiantando logo a primeira resenha completa do site =p:

————————-

2020 Super Baseball

Publicado por: Tradewest Desenvolvedor: Tradewest Gênero: Esporte · Baseball Ano: 1993

Lançado inicialmente para o Neo Geo em 1991. e tendo ports para Mega Drive/Genesis e Super Nintendo em 1993, 2020 Super Baseball é, como o próprio nome sugere, um jogo de baseball, que têm como maior diferencial o ano em que as partidas ocorrem (valendo um biscoito pra quem adivinhar). Como era de se esperar, na década de 90, 2020 era pra ser um ano realmente futurístico, com carros voadores, prédio de 300 andares, e humanos com armaduras equipadas com sensores e jetpacks usados em partidas de baseball. É nessa idéia que 2020SB se desenrola, misturando robôs e humanos nas partidas em torno do estádio Cyber Egg(o único do jogo), projetado com toda a arquitetura futurística pensada na época.

Sinceramente, eu nunca me interessei em entender regras e como funciona o baseball, então o review abaixo é altamente recomendado para outras pessoas como eu, que só querem saber se esse jogo diverte de alguma maneira ou não.

Logo no menu inicial senti falta de alguma opção Options ou Training, mas o jogo é um port da versão Arcade, então a falta de qualquer opção adicional além da Liga e 1P vs 2P no menu não chega a ser um defeito. Como ninguem quer ser cobaia comigo no modo para 2 jogadores, vou na liga mesmo ver como me saio. Aparecem duas opções de ligas, a Exciting e a Fighting. Não faço idéia da real diferença das duas, além dos times diferentes, talvez a dificuldade na Fighting seja maior, porque jogando nela eu perdi feio ainda na primeira partida :/.

Os tipos de jogadores são três: homens e mulheres(humanos) e os robôs. A diferença maior entre eles é a força, e a resistência no jogo. Robôs podem simplesmente pifar no meio da partida, enquanto que humanos podem ficar cansados e terem suas habilidades reduzidas, tendo como opção para contornar essa situação a troca de jogador ou certos upgrades. Aliás, esse é um dos fatores que tornam esse jogo diferente dos demais, pois aqui é possível ganhar dinheiro na partida cumprindo certas ações, e com esse dinheiro dá pra atualizar seus jogadores, tornando-os mais resistentes e fortes.

Como eu realmente não sei NADA de baseball, vou tentar separar o jogo por partes bem resumidas:

Gráficos:
Lindos, bem fiel a versão Arcade do jogo.

Jogabilidade:
Se divide em duas: Quando você é o batedor, na qual você tem que mexer o jogador pros lados para tentar acertar a bola do melhor ângulo, e quando você é o arremessador, que tem a capacidade ninja de controlar a bola na jogada, fazendo efeitos quase que tirados do filme Matrix. Pelo pouco que eu entendi, quando você é o aremessador e o cara do time adversário acerta a bola, você tem que repassá-la rapidamente pra uma das bases antes que o cara que conseguiu rebatê-la chegue nela. Se conseguirem ocupar todas as bases, é ponto pro time adversário. Me corrijam se eu estiver errado.

Replay:
Depende do quanto você conhece sobre baseball, ou se está disposto a aprender. Já me disseram que jogando com um amigo esse jogo pode ser realmente divertido, jogando sozinho nem tanto. Mas baseball ainda é um jogo bastante repetitivo, não consigo ver muita graça.

Resumindo: O jogo não é ruim, pelo contrário, é um dos mais divertidos do gênero, mas é preciso saber o básico do baseball para conseguir alguma diversão.

Resenhas SNES: 0-9

Obs*.: Os comentários sobre as primeiras impressões de um jogo podem não refletir a qualidade(ou falta de) real do mesmo. Esses comentários só servem para mostrar a minha opinião sobre determinado jogo ao jogá-lo por, no máximo, 10 minutos. Para saber se o jogo vale mesmo a pena, veja a resenha completa.

2020 Super Baseball

Primeiras impressões: Como o nome já diz, é um jogo de baseball. Se você não faz idéia do que é isso ou não curte, esse jogo é uma droga. Se você ainda entende alguma coisa, pode se divertir por uns 10 minutos ou menos.

|Resenha Completa| |Dicas e Detonados| |Gameplay|

Baixar Rom:

Original – Opção 1 / Opção 2

Traduzida – Opção 1 / Opção 2

3 Ninjas Kick Back

Primeiras impressões: Jogo de plataforma baseado no filme de ninjas adolescentes que passa todo dia na Sessão da Tarde. Se você espera alguma coisa divertida aqui esqueça, a única coisa que você faz é morrer toda santa hora.

|Resenha Completa| |Dicas e Detonados| |Gameplay|

Baixar Rom:

Original – Opção 1 / Opção 2

Traduzida – Opção 1 / Opção 2

3×3 Eyes – Seima Kouriden

Primeiras impressões: Jogo de rpg japonês composto de 75% de enrolação.

|Resenha Completa| |Dicas e Detonados| |Gameplay|

Baixar Rom:

Original – Opção 1 / Opção 2

Traduzida – Opção 1 / Opção 2

3×3 Eyes – Juuma Houkan

Primeiras impressões: Continuação do jogo japonês que só deve interessar a eles mesmos, joguei por 5 minutos e não consegui achar graça nenhuma. O protagonista anda como uma tábua de passar.

|Resenha Completa| |Dicas e Detonados| |Gameplay|

Baixar Rom:

Original – Opção 1 / Opção 2

Traduzida – Opção 1 / Opção 2

4 Nin Shougi

Primeiras impressões: Não jogue isso se você não faz a mínima idéia do que é majong. Caso contrário, esse parece ser um bom jogo.

|Resenha Completa| |Dicas e Detonados| |Gameplay|

Baixar Rom:

Original – Opção 1 / Opção 2

Traduzida – Opção 1 / Opção 2

7th Saga, The

Primeiras impressões: Jogo voltado para quem gosta de rpgs, bastante interessante se você se aprofundar na história.

|Resenha Completa| |Dicas e Detonados| |Gameplay|

Baixar Rom:

Original – Opção 1 / Opção 2

Traduzida – Opção 1 / Opção 2

90 – J.League Soccer Prime Goal 3

Primeiras impressões: Jogo de futebol que mistura rpg nas partidas. Jogue por curiosidade, ja que existem jogos mil vezes melhores que esse, como ISSS.

|Resenha Completa| |Dicas e Detonados| |Gameplay|

Baixar Rom:

Original – Opção 1 / Opção 2

Traduzida – Opção 1 / Opção 2